Exercícios e Dor Lombar - Critérios Gerais de Prescrição

Um curso introdutório da prescrição de exercícios para dor lombar inespecífica

Exercícios e Dor Lombar - Critérios... Exercícios e Dor Lombar -... Exercícios e Dor... Dr. Bruno Montoro
R$538,00 R$ 408 , 00 Pague com PagSeguro

O que você vai aprender?

Introdução e Anamnese
Aula 1 - Introdução Aula gratuita!

Nesta primeira aula será introduzido o facilitador e o curso, juntamente com os objetivos primários e secundários.

 

Video
Conteúdo da aula
Video - 3:00
Aula 2 - A importância da Anamnese (AULA NOVA!)
lock

Nesta aula é explicado a importância da anamnese para o paciente com dor lombar inespecífica equais são as fases da mesma.

Leituras sugeridas (Clique para acessar a pasta com os artigos):

Video
Conteúdo da aula
Video - 00:00
Aula 3 - Anamnese - Características da Dor (AULA NOVA!)
lock

Nesta aula é explicado a diferença crucial entre Dor Lombar Específica e Inespecífica, e como isso irá direcionar a prescrição de Exercícios para o paciente com dor lombar.

Leituras sugeridas (Clique para acessar a pasta com os artigos):

Smart KM, Blake C, Staines A, Doody C.The Discriminative validity of "nociceptive," "peripheral neuropathic," and "central sensitization" as mechanisms-based classifications of musculoskeletal pain. Clin J Pain. 2011 Oct;27(8):655-63.

Video
Conteúdo da aula
Video - 7:58
1 Melhor Evidência
1 Impacto sócio-econômico da dor lombar
lock

Nesta aula será apresentado o impacto sócio-econômico da dor lombar e alternativas economicamente viáveis para resolver o problema.

 

Leituras sugeridas (Clique para acessar a pasta com os artigos):

Hoy D, Bain C, Williams G, et al. A systematic review of the global prevalence of low back pain. Arthritis Rheum 2012;64:2028–37.

Buchbinder R, van Tulder M, Öberg B, Costa LM, Woolf A, Schoene M, Croft P, Lancet Low Back Pain Series Working Group. Low back pain: a call for action. Lancet. 2018 Mar 20

Video
Conteúdo da aula
Video - 4:01
2 Estilo de vida e dor lombar
lock

Nesta aula será apresentado a hipótese inicial do curso.

 

Leituras sugeridas (Clique para acessar a pasta com os artigos)

Heneweer H, Vanhees L, Picavet HSJ. Physical activity and low back pain: a U-shaped relation? Pain 2009;143(1–2):21–5.

Blair SN. Physical inactivity: the greatest public health problem of the 21st century. Br J Sports Med 2009;43(1):1–2.

Video
Conteúdo da aula
Video - 7:30
3 Sedentarismo e dor lombar (Introdução)
lock

Nesta aula será apresentada a introdução sobre o raciocínio de estudos observacionais na dor lombar.

 

Leituras sugeridas (Clique para acessar a pasta com os artigos)

Mariani, Alessandro Wasum, & Pego-Fernandes, Paulo Manuel. (2014). Observational studies: why are they so important?. Sao Paulo Medical Journal, 132(1), 01-02. https://dx.doi.org/10.1590/1516-3180.2014.1321784

Cholewicki J, Breen A, Popovich JM Jr, Reeves NP, Sahrmann SA, van Dillen LR, Vleeming A, Hodges PW. Can Biomechanics Research Lead to More Effective Treatment of Low Back Pain? A Point-Counterpoint Debate. J Orthop Sports Phys Ther. 2019 Jun;49(6):425-436.

Video
Conteúdo da aula
Video - 7:47
4 Associação do sedentarismo com a dor lombar
lock

Nesta aula serão apresentadas as evidências sobre a relação do sedentarismo com a dor lombar. 

 

Leituras sugeridas (Clique para acessar a pasta com os artigos)

Mariani, Alessandro Wasum, & Pego-Fernandes, Paulo Manuel. (2014). Observational studies: why are they so important?. Sao Paulo Medical Journal, 132(1), 01-02. https://dx.doi.org/10.1590/1516-3180.2014.1321784

Chen SM, Liu MF, Cook J, Bass S, Lo SK. Sedentary lifestyle as a risk factor for low back pain: a systematic review. Int Arch Occup Environ Health (2009) 82:797–806.

Video
Conteúdo da aula
Video - 4:48
5 Sentar e Dor Lombar Aula gratuita!

Nesta aula será apresentada as evidências sobre a relação do ato de ficar sentado com a dor lombar.

 

Leituras sugeridas (Clique para acessar a pasta com os artigos)

Hartvigsen J, Leboeuf-Yde C, Lings S, H. Corder EH. Is sitting-while-at-work associated with low back pain? A systematic, critical literature review. Scand J Public Health 2000 28: 230.

Balling M, Holmberg T, Petersen CB, Aadahl M, Meyrowitsch DW, Tolstrup JS.Total sitting time, leisure time physical activity and risk of hospitalization due to low back pain: The Danish Health Examination Survey cohort 2007-2008. Scand J Public Health. 2018 Feb 1:1403494818758843.

Swain CTV, Pan F, Owen PJ, Schmidt H, Belavy DL. No consensus on causality of spine postures or physical exposure and low back pain: A systematic review of systematic reviews,
J Biomech. 2019 Aug 13:109312. https://doi.org/10.1016/j.jbiomech.2019.08.006.

Video
Conteúdo da aula
Video - 00:00
6 Como se cria um mito científico?
lock

Nesta aula será explicado a importância de ser crítico com as referências bibliográficas antes de utilizá-las na prática clínica.

 

Leituras sugeridas (Clique para acessar a pasta com os artigos)

Hartvigsen J, Leboeuf-Yde C, Lings S, H. Corder EH. Is sitting-while-at-work associated with low back pain? A systematic, critical literature review. Scand J Public Health 2000 28: 230.

Video
Conteúdo da aula
Video - 6:16
7 Pirâmide de evidências & Pilares da PBE
lock

Nessa aula será abordada a importância da pirâmide de evidências.

 

Sugestão de leitura (Não está em anexo):

Greenhalgh T. Como ler artigos científicos: fundamentos da medicina baseada em evidências. 5 ed. Porto Alegre. Artmed. 2015

Medicina Baseada em Evidências (Blog)

 

Instagram:

@fisiobaseadoemevidencias

@leo_costa_pbe

@luis_cl_correia

Video
Conteúdo da aula
Video - 11:32
2 Nível de atividade física e dor lombar
9 Nível de atividade física X Incapacidade (AULA NOVA!) Aula gratuita!

Nesta aula será apresentado a relação do nível de atividade física e da incapacidade com a dor lombar.

 

Sugestões de leitura (Clique para acessar a pasta):

Lin CW, McAuley JH, Macedo L, Barnett DC, Smeets RJ, Verbunt JA. Relationship between physical activity and disability in low back pain: A systematic review and meta-analysis. Pain. 2011 Mar;152(3):607-13. doi: 10.1016/j.pain.2010.11.034.

DW Griffin, DC Harmon, NM Kennedy. Do patients with chronic low back pain have an altered level and/or pattern of physical activity compared to healthy individuals? A systematic review of the literature. Physiotherapy 98 (2012) 13–23

MGH van Weering, MMR Vollenbroek-Hutten, HJ Hermens. The relationship between objectively and subjectively measured activity levels in people with chronic low back pain. Clinical Rehabilitation 2011; 25: 256–263.

MGH van Weering,MMR Vollenbroek-Hutten, TM Tönis, HJ Hermens. Daily physical activities in chronic lower back pain patients assessed with accelerometry. European Journal of Pain 13 (2009) 649–654

Video
Conteúdo da aula
Video - 3:46
10 Nível de Atividade Física e a Dor Lombar
lock

Nesta aula será apresentado a relação do nível de atividade física com a dor lombar.

 

Sugestões de leitura (Clique para acessar a pasta):

Verbunt JA, Westerterp KR, van der Heijden GJ, Seelen HA, Vlaeyen JW, Knottnerus JA (2001) Physical activity in daily life in patients with chronic low back pain. Archives of Physical Medicine and Rehabilitation 82: 726–730.

Lin CW, McAuley JH, Macedo L, Barnett DC, Smeets RJ, Verbunt JA. Relationship between physical activity and disability in low back pain: A systematic review and meta-analysis. Pain. 2011 Mar;152(3):607-13. doi: 10.1016/j.pain.2010.11.034.

DW Griffin, DC Harmon, NM Kennedy. Do patients with chronic low back pain have an altered level and/or pattern of physical activity compared to healthy individuals? A systematic review of the literature. Physiotherapy 98 (2012) 13–23

MGH van Weering, MMR Vollenbroek-Hutten, HJ Hermens. The relationship between objectively and subjectively measured activity levels in people with chronic low back pain. Clinical Rehabilitation 2011; 25: 256–263.

MGH van Weering,MMR Vollenbroek-Hutten, TM Tönis, HJ Hermens. Daily physical activities in chronic lower back pain patients assessed with accelerometry. European Journal of Pain 13 (2009) 649–654

Video
Conteúdo da aula
Video - 9:44
11 Nível de Atividade Física - Avaliação
lock

Nesta aula será apresentado a avaliação do nível de atividade física.

 

Sugestões de leitura (Clique para acessar a pasta):

Deyo RA, Battie M, Beurskens AJ, Bombardier C, Croft P, Koes B, Malmivaara A, Roland M, Von Korff M, Waddell G. Outcome measures for low back pain research. A proposal for standardized use. Spine 1998;23:2003–13.

Verbunt JA, Huijnen IPJ, Köke A. Assessment of physical activity in daily life in patients with musculoskeletal pain. Eur J Pain 2009;13:231–42.

Grimby G, Borjesson M, Jonsdottir IH, et al. The “Saltin–Grimby Physical Activity Level Scale” and its application to health research. Scand J Med Sci Sports 2015; 25(Suppl 4):119–25.

 

Material para avaliação e tratamento (Clique para acessar a pasta):

- Questionário IPAC de avaliação

- Escala de Santin-Grinby (original e traduzida)

Video
Conteúdo da aula
Video - 6:03
12 Atividade física e proteção na dor lombar
lock

Nesta aula serão apresentadas evidências sobre como a atividade física exerce um fator de proteção na dor lombar.

 

Sugestão de leitura (Clique para acessar a pasta)

Shiri R, Falah-Hassani K. K. Does leisure time physical activity protect against low back pain? Systematic review and meta-analysis of 36 prospective cohort studies. Br J Sports Med 2017;0:1–11.

Alzahrani H, Mackey M, Stamatakis E, Zadro JR, Shirley DThe association between physical activity and low back pain: a systematic review and meta-analysis of observational studies. Sci Rep. 2019 Jun 3;9(1):8244. Doi: 10.1038/s41598-019-44664-8

R. Shiri, K. Falah-Hassani, E. Viikari-Juntura, D. Coggon. Leisure-time physical activity and sciatica: A systematic review and meta-analysis. Eur J Pain. 2016 Nov;20(10):1563-1572.

Pinto RZ, Ferreira PH, Kongsted A, Ferreira ML, Maher CG, Kent P. Self-reported moderate-to-vigorous leisure time physical activity predicts less pain and disability over 12 months in chronic and persistent low back pain. Eur J Pain. 2014 Sep;18(8):1190-8. doi: 10.1002/j.1532-2149.2014.00468.x. Epub 2014 Feb 27.

Video
Conteúdo da aula
Video - 9:08
13 Atividade física e a prevenção na dor lombar
lock

Nesta aula serão apresentados evidências de como a atividade física previne a dor lombar.

 

Sugestão de leitura (Clique para acessar a pasta):

Shiri R, Coggon D, Falah-Hassani K. Exercise for the Prevention of Low Back Pain: Systematic Review and Meta-Analysis of Controlled Trials. Am J Epidemiol. 2017 Oct 19.

Sowah D, Boyko R, Antle D, Miller L, Zakhary M, Straube S. Occupational interventions for the prevention of back pain: Overview of systematic reviews. J Safety Res. 2018 Sep;66:39-59

Video
Conteúdo da aula
Video - 4:37
14 Atividade física e tratamento da dor lombar
lock

Nesta aula serão apresentadas evidências sobre como o exercício é importante no tratamento da dor lombar.

 

Sugestão de leitura (Clique para acessar os artigos)

Kell RT, Risi AD, Barden JM. The response of persons with chronic nonspecific low back pain to three different volumes of periodized musculoskeletal rehabilitation. J Strength Cond Res. 2011 Apr;25(4):1052-64.

Meng XG, Yue SW. Efficacy of aerobic exercise for treatment of chronic low back pain: a meta-analysis. Am J Phys Med Rehabil. 2015 May;94(5):358-65

2011_jun - Physical activity and low back pain. A SR of recent literature.

2016 - Effectiveness of Strengthening Exercises for the Elderly with LBP to Improve Symptoms and Functions. A SR

Lin CW, McAuley JH, Macedo L, Barnett DC, Smeets RJ, Verbunt JA. Relationship between physical activity and disability in low back pain: A systematic review and meta-analysis. Pain. 2011 Mar;152(3):607-13. doi: 10.1016/j.pain.2010.11.034.

Video
Conteúdo da aula
Video - 3:19
3 Dose e Supervisão
15 Dose e Supervisão
lock

Nesta aula será apresentado sobre o custo-benefício de se utilizar o exercício ou outras técnicas para a saúde da coluna de pacientes com dor lombar.

 

Leituras sugeridas (Clique para acessar a pasta)

O’Keeffe M, Maher C, O’Sullivan K. Unlocking the potential of physical activity for back health. Br J Sports Med 2017;0:1–2.

Video
Conteúdo da aula
Video - 5:14
16 Diferenças na aplicação da dosagem
lock

Nesta aula será apresentado a importância da dosagem e tempo do exercício na dor lombar.

 

Sugestão de leitura (Clique para acessar a pasta)

O’Keeffe M, Maher C, O’Sullivan K. Unlocking the potential of physical activity for back health. Br J Sports Med 2017;0:1–2.

Hoffmann TC, Maher CG, Briffa T, Sherrington C, Bennell K, Alison J, Singh MF, Glasziou PP. Prescribing exercise interventions for patients with chronic conditions. CMAJ. 2016 Apr 19;188(7):510-8. doi: 10.1503/cmaj.150684. Epub 2016 Mar 14.

Video
Conteúdo da aula
Video - 3:41
17 Como descobrir a dosagem ideal? (AULA NOVA!)
lock

Nesta aula será introduzido a forma de encontrar a dosagem ideal para os indivíduos com dor lombar inespecífica.

 

Leituras sugeridas (Clique para acessar a pasta):

Verbunt JA, Huijnen IPJ, Köke A. Assessment of physical activity in daily life in patients with musculoskeletal pain. Eur J Pain 2009;13:231–42.

Kell RT, Risi AD, Barden JM. The response of persons with chronic nonspecific low back pain to three different volumes of periodized musculoskeletal rehabilitation. J Strength Cond Res. 2011 Apr;25(4):1052-64.

Chan CW, Mok NW, Yeung EW: Aerobic exercise training in addition to conventional physiotherapy for chronic low back pain: A randomized controlled trial. Arch Phys Med Rehabil 2011;92:1681-5

 

Material para avaliação e tratamento (Clique para acessar a pasta):

- Escala de BORG

- Escala EVA

Video
Conteúdo da aula
Video - 9:25
18 Reflexão sobre a Intensidade (AULA NOVA!) Aula gratuita!

Nesta aula será introduzido a forma de encontrar a dosagem ideal para os indivíduos com dor lombar inespecífica.

Escala de BORG (Clique para acessar a pasta):

Video
Conteúdo da aula
Video - 6:29
4 Fatores Psicossociais
19 Fatores Psicossociais
lock

Nessa aula será feita introdução sobre os fatores psicossociais na dor lombar.

 

Sugestão de leitura (Clique para acessar a pasta)

O’Keeffe M, Maher C, O’Sullivan K. Unlocking the potential of physical activity for back health. Br J Sports Med 2017;0:1–2.

Darlow B, Fullen BM, Dean S, et al. The association between health care professional attitudes and beliefs and the attitudes and beliefs, clinical management, and outcomes of patients with low back pain: a systematic review. Eur J Pain 2012;16:3–17.

2013_dez - The enduring impact of what clinicians say to people with low back pain

Video
Conteúdo da aula
Video - 9:07
20 Foco no Bio
lock

Nesta aula será explicada a diferença entre o modelo biomédico e o biopsicossocial, além da importância de se considerar os fatores psicossociais na prescrição de exercícios.

 

Sugestão de leitura (Clique para acessar a pasta):

C. J. Main, P. J. Watson. Psychological aspects of pain. Manual Therapy (1999) 4(4), 203-215

Deyo RA. Diagnostic Evaluation of LBP. Reaching a Specific Diagnosis Is Often Impossible. Arch Intern Med. 2002 Jul 8;162(13):1444-7; discussion 1447-8.

Crombez G, Eccleston C, Van Damme S, Vlaeyen JW, Karoly P: Fear-avoidance model of chronic pain: The next generation. Clin J Pain 28:475-483, 2012

Video
Conteúdo da aula
Video - 6:06
21 Avaliação dos fatores psicossociais
lock

Nesta aula será apresentada a avaliação dos fatores psicossociais através do questionário StartBack Screening Tool e a apresentação do quarto critério de prescrição.

 

Sugestão de leitura (Clique para acessar a pasta):

Pilz B, Vasconcelos RA, Marcondes FB, Lodovichi SS, Mello WA, Grossi DB. The Brazilian version of STarT Back Screening Tool – translation, cross-cultural adaptation and reliability. Braz J Phys Ther. http://dx.doi.org/10.1590/bjpt-rbf.2014.0028

Hodges PW. Hybrid Approach to Treatment Tailoring for Low Back Pain: A Proposed Model of Care. J Orthop Sports Phys Ther. 2019 Jun;49(6):453-463.

 

Material para avaliação e tratamento (Clique aqui para acessar a pasta):

- Escala StartBack, em português

Video
Conteúdo da aula
Video - 4:52
5 Metas no atendimento e revisão dos critérios
22 Metas
lock

Nesta aula será explicada a importância da meta como um critério de prescrição de exercício na dor lombar.

 

Sugestão de leitura (Clique para acessar a pasta):

O’Keeffe M, Maher C, O’Sullivan K. Unlocking the potential of physical activity for back health. Br J Sports Med 2017;0:1–2.

Hardy, C. J., & Rejeski, W. (1989). Not What, but How One Feels: The Measurement of Affect during Exercise, Journal of Sport and Exercise Psychology, 11(3), 304-317.

Macedo LG, Smeets RJ, Maher CG, Latimer J, McAuley JH.Graded activity and graded exposure for persistent nonspecific low back pain: a systematic review. Phys Ther. 2010 Jun;90(6):860-79. doi: 10.2522/ptj.20090303.

López-de-Uralde-Villanueva I, Muñoz-García D, Gil-Martínez A, Pardo-Montero J, Muñoz-Plata R, Angulo-Díaz-Parreño S, Gómez-Martínez M, La Touche R. A Systematic Review and Meta-Analysis on the Effectiveness of Graded Activity and Graded Exposure for Chronic Nonspecific Low Back Pain. Pain Med. 2016 Jan;17(1):172-88.

 

Material para avaliação e tratamento (Clique aqui para acessar a pasta)

- Escala afetiva

Video
Conteúdo da aula
Video - 7:48
23 Revisão dos critérios de prescrição
lock

Nesta aula será realizada a revisão dos critérios gerais de prescrição de exercícios na dor lombar, além da apresentação de um princípio filosófico muito importante.

 

Material para avaliação e tratamento (Clique para acessar a pasta):

- Organograma dos critérios básicos de prescrição

Video
Conteúdo da aula
Video - 5:08
24 Navalha de Occam
lock

Nesta aula será exemplificado o princípio da Navalha de Occam para o raciocínio clínico na prescrição de exercícios na dor lombar através da história de um paciente real.

 

Sugestão de leitura (Clique para acessar a pasta)

Taylor AJ. Kerry R. When Chronic Pain Is Not “Chronic Pain”: Lessons From 3 Decades of Pain. J Orthop Sports Phys Ther. 2017 Aug;47(8):515-517.

Video
Conteúdo da aula
Video - 9:53
25 Qual a prioridade de cada paciente? (AULA NOVA!)
lock

Nesta aula será apresentado o raciocínio mais importante de todo o curso: como priorizar cada tipo de exercício para o indivíduo com dor lombar inespecífica?

 

Sugestão de leitura (Clique para acessar a pasta):

Cholewicki J, Breen A, Popovich JM Jr, Reeves NP, Sahrmann SA, van Dillen LR, Vleeming A, Hodges PW. Can Biomechanics Research Lead to More Effective Treatment of Low Back Pain? A Point-Counterpoint Debate. J Orthop Sports Phys Ther. 2019 Jun;49(6):425-436.

Hodges PW. Hybrid Approach to Treatment Tailoring for Low Back Pain: A Proposed Model of Care. J Orthop Sports Phys Ther. 2019 Jun;49(6):453-463.

 

Material para avaliação e tratamento (Clique aqui para acessar a pasta)

- Organograma da prioridade de cada paciente

Video
Conteúdo da aula
Video - 4:21
6 Casos clínicos
26 Caso clínico 1
lock

Nesta aula será apresentado o primeiro caso clínico para facilitar e direcionar o raciocínio a cerca da prescrição de exercícios na dor lombar.

Video
Conteúdo da aula
Video - 5:16
27 Caso clínico 2
lock

Nesta aula será apresentado o segundo caso clínico para facilitar e direcionar o raciocínio a cerca da prescrição de exercícios na dor lombar.

Video
Conteúdo da aula
Video - 6:32
28 Caso clínico 3
lock

Nesta aula será apresentado o terceiro caso clínico para facilitar e direcionar o raciocínio a cerca da prescrição de exercícios na dor lombar.

Video
Conteúdo da aula
Video - 7:07
29 Caso clínico 4
lock

Nesta aula será apresentado o quarto caso clínico para facilitar e direcionar o raciocínio a cerca da prescrição de exercícios na dor lombar.

Video
Conteúdo da aula
Video - 3:42
7 Reflexão final e agradecimentos
30 Reflexão final e agradecimentos
lock

Última aula. Reflexão final e os agradecimentos.

Video
Conteúdo da aula
Video - 6:11

Sobre o curso

As evidências científicas atuais apoiam a manutenção das atividades diárias e a prática de atividade física desde as fases mais precoces do tratamento da dor lombar. Porém, as Revisões Sistemáticas mais atuais não conseguem determinar um tipo específico de atividade.

Uma crítica geral a essas revisões é que a falta de critérios para prescrição (dosagem do exercício) impossibilita a comparação entre um tipo de exercício e outro. Assim, para alcançar uma especificidade e uma eficácia maior no tratamento, torna-se imprescindível ao profissional conhecer e saber aplicar esses critérios.

Objetivo: propor um raciocínio para prescrição de exercícios para dor lombar, baseado em evidências científicas.

Público Alvo: Fisioterapeutas e Profissionais de Educação Física.

Carga horária: 5 h/a

Conteúdo programático
1 Prática Baseada em Evidências

1.1 Associações entre Atividade Física e a Dor Lombar

1.2 Sedentarismo e dor lombar

1.3 Sentar e dor lombar

1.4 Mitos científicos

2 Nível de Atividade Física

2.1 A confusão entre sedentarismo e o baixo nível de atividade física

2.2 Avaliação do nível de atividade física

3 Dose e supervisão

3.1 Exercícios de Controle Motor

3.2 Exercícios de Fortalecimento

3.3 Exercícios Aeróbios

4 Fatores Psicossociais

4.1 Modelo de Evitação do Medo (Fear Avoidance Model)

4.2 Avaliação dos Fatores psicossociais

5 Definição de metas

5.1 Aderência na atividade física

5.2 Revisão dos critérios

6 Estudos de caso

7 Considerações Finais

Saiba mais

Conheça o(a) professor(a)

Dr. Bruno Montoro

Fisioterapeuta

Dr. Bruno Montoro – CREFITO 153996-F

Bacharel em Fisioterapia pela FMU (SP)

PÓS GRADUADO EM ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA PELA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO (UNIFESP/EPM).

Formações Complementares: Prática Baseada em Evidências, Exercício Físico na Dor Crônica, Modelo Biopsicossocial na Dor Lombar, Treinamento Funcional, Raciocínio Evolutivo aplicado a Fisioterapia, Cadeias Musculares e Terapia Manual.

Atuação nas dores, disfunções e desordens musculoesqueléticas, com foco na coluna e liberdade de movimento, desde 2009. Palestrante e ministrante de cursos e workshops para profissionais de saúde desde 2013.

Depoimentos

"Já fiz dois Cursos On-line ministrados pelo fisioterapeuta Bruno Montoro. O segundo, superou o primeiro. Excelente didática, com conteúdo atualizado, baseado em evidência científica e que agregou muito conhecimento e mais segurança na minha prática clínica. Parabéns, Bruno! Que venham outros cursos com a mesma qualidade. Serei aluna assídua!"

Thumb maria luiza

"Bruno passa o conteúdo de forma reflexiva e horizontal, sem oferecer verdades absolutas, estimulando a gente a refletir sobre as crenças que ainda pairam no tratamento da dor lombar. A sua didática é ótima e o material usado como base é de qualidade ímpar. Recomendo fortemente para profissionais que querem se diferenciar da massa."

Thumb nayara santos

"Um curso rico em desconstrução de falsas verdades sobre dor lombar, além de ser uma excelente bússola baseada em evidências científicas atualizadas no entendimento e direcionamento na abordagem clínica do paciente, pautado numa boa base de avaliação e entendimento da sobre o universo da dor lombar."

Thumb douglas leao2

"Um curso de atualização com muita informação importante e troca real entre profissionais. Super recomendo!"

Thumb mina muller

Dr. Bruno Montoro

Cursos para profissionais de saúde
Tecnologia
Tec coursify